728x90 AdSpace

Notícias
28 de maio de 2015

Injecções nos pontos gatilho



Nalguns casos de fibromialgia, a dor é tão forte que as pessoas têm que procurar tratamentos alternativos para conseguirem reduzir ou parar a dor com que vivem diariamente. Um tratamento que tem recebido muita atenção ultimamente é o uso de injecções nos pontos gatilho.





O que é este tratamento?

O que pode fazer para ajudar a reduzir ou eliminar a dor que acontece na fibromialgia?

Resumindo, estas injecções nos pontos gatilhos são tratamentos injectados nas áreas onde os seus músculos o fazem sentir mais dor e pressão na fibromialgia (ou noutros problemas de saúde que estejam relacionadas com dor muscular e rigidez).

Assim que o medicamento entra em áreas específicas do corpo (ponto gatilho ou ponto de irradiação de dor), permite ao músculo relaxar e tornar-se mais flexível ao mesmo tempo que permite maior amplitude de movimento. Os medicamentos usados nesta injecção são corticóides ou anestésicos, sendo que ambos permitem ao corpo relaxar.

Existem dois tipos destas injecções.
Um dos tipos é dirigido exactamente aos pontos gatilho, permitindo ao medicamento entrar directamente nesses pontos e agindo de imediato, tanto na dor como na rigidez.
Estas injecções são difíceis de aplicar porque pode não ser fácil encontrar exactamente o sítio do ponto gatilho. É necessário fazer alguma pressão para encontrar o ponto exacto para injectar o medicamento.
Outro tipo é quando o médico usa técnicas de imagem para o ajudarem a descobrir mais facilmente estes pontos. Embora os dois tipos de tratamento funcionem, este último é mais rigoroso e já mostrou ser mais eficaz a longo prazo.

Como é que estes tratamentos afectam as pessoas com fibromialgia?

O efeito imediato é a redução de dor o que permite que os músculos relaxem o que não acontece com frequência aos pacientes com fibromialgia.
Com outro tipo de tratamentos pode esperar-se algum tempo até que funcione mas com este o efeito é, quase sempre, imediato, pelo menos em termos de alívio.

Estas injecções ajudam a melhorar outros efeitos secundários da fibromialgia como a fadiga, por exemplo. Como sabem a fadiga é um dos problemas que maior dimensão assumem na fibromialgia. A dor constante impede o sono reparador pelo que, após o tratamento, é possível dormir melhor e sentir menos fadiga associada a esse problema.

As injecções desempenham um grande papel na diminuição da rigidez muscular, na amplitude de movimentos e na flexibilidade.

Alguns tratamentos, por exemplo fisioterapia, podem fazer com que o corpo fique dorido durante algum tempo, antes de garantirem alívio. Com as injecções isso não acontece.

Este tratamento pode ser feito em minutos, no consultório do médico e pode ter efeito duradouro, pelo que é um tratamento cada vez mais usado.


Que complicações ou efeitos secundários causam estas injecções?

Raramente acontece que os pacientes sintam dor após a aplicação do tratamento. Acontecendo, desaparece ao fim de pouco tempo. Gelo, calor ou qualquer analgésico resolve este problema.

 Se for injectado um esteróide pode ocorrer o 'encolhimento' da gordura por baixo da pele, deixando um pequeno 'desnível'.

Como é evidente também podem ocorrer os efeitos secundários mais raros, pelo simples facto de ter uma agulha a perfurar a pele, tais como infecção e sangramento.


Com que frequência podem ser administradas estas injecções?

Optimamente cada ponto gatilho necessitaria de apenas uma injecção.
Isto poderá acontecer quando o paciente sentir dor apenas num ponto isolado.

Os pontos gatilho em condições crónicas, tal como a fibromialgia ou o síndrome de dor miofascial, tendem a ser recorrentes, devido à causa subjacente. 
Nestes casos as injecções podem ser administradas de forma regular ou conforme as necessidades mas a frequência depende do tipo de medicamento que é injectado. Se for só lidocaína ou uma mistura de anestésicos, podem ser administradas com regularidade, tão frequentemente como uma vez por mês. Se for utilizado um esteróide, as injecções têm de ser muito menos frequentes, ao ritmo que o médico indicar ou entender melhor, por causa do risco de danos nos tecidos.

Fale deste tratamento com o seu médico e ele será, concerteza capaz de o esclarecer melhor.

Nota da Editora:
Eu própria fiz este tratamento na Consulta da Dor, com a anestesista que me acompanha. A médica queria fazer estas injecções de 3 em 3 meses mas eu preferi espaçá-las por 6 meses (sou muito resistente à toma de medicamentos) ou até que não aguentasse mais a dor. A primeira vez que fiz o tratamento foi apenas num dos pontos gatilho que me incomodava mais e fiquei imediatamente com um grande sorriso na cara que se manteve enquanto conduzi até casa e durante mais algum tempo.

Já me aconteceu não ter resposta positiva num dos pontos e estou convencida que a injecção foi dada um 'bocadinho ao lado'... acontece.

Já fiz em cirurgia ambulatória, supostamente com anestesia que não me chegaram a dar mas os efeitos secundários foram mais fortes. Horas de recobro, impedimento de tomar decisões importantes ou assinar documentos durante uns dias, não me deixaram sair sem ser acompanhada e por aí fora. Sinceramente penso que o efeito obtido não justificou todo o 'ritual montado'.
Pode ser coincidência mas de cada vez que faço isto alguma coisa acontece aos meus dentes: parte um pedacinho, parte mais um pedacinho... Sempre é um anestésico, não acredito que não tenha efeitos no nosso corpo.

Já há bastante tempo que não faço isto porque a médica está de licença de parto e não a substituiram, logo, estou sem consulta da dor há aproximadamente um ano... Faz-me falta. Aquele alívio de não sentir dor... é fantástico!

Não se esqueçam que cada um de nós é diferente do outro; o que funciona para mim pode não funcionar para outra pessoa e vice-versa. O médico saberá aconselhar.


@ Fibromyalgia Treatment

Revisto pela Dra. Aimee V. HachigianGould da "American Board of Orthopaedic Surger"
Fonte: Alvarez, David J., et al. "Trigger Points: Diagnosis and Management."
American Family Physician 65.4 Feb. 15, 2002:653-661.

@ Medicine Net

Tradução livre de 'fibromialgia em PT'

  • Comentários no Blog
  • Comentários no Facebook

1 comentários:

  1. Já fiz bloqueio de dor nos pontos gatilhos, é muito sofrimento durante as inumeras picadas de agulha e depois pela dor causada nos locais aplicados.Foram 26 sessões de bloqueio ajudou um pouco; mas não faria mais é muito díficil de suportar.Além de ser um tratamento bastante caro.

    ResponderEliminar

Item Reviewed: Injecções nos pontos gatilho Rating: 5 Reviewed By: Fibromialgia em PT