728x90 AdSpace

Notícias
25 de maio de 2015

Aromaterapia, uma terapia complementar


O que é?

Aromaterapia é a prática de usar os óleos voláteis ou essenciais, naturais, extraídos das flores, cascas, caules, folhas, raízes ou outras partes de uma planta para melhorar nossa qualidade de vida, através de um melhor equilíbrio psicológico e também actuando no nosso bem-estar físico. 
Quando inalado, o aroma desses óleos “essenciais” estimula o cérebro pela acção nas áreas do sistema límbico. Os óleos essenciais podem também ser absorvidos através da pele, onde viajam através da corrente sanguínea e podem promover uma cura.

Uma forma de medicina complementar, a Aromaterapia está a ganhar terreno. Usada em aplicações variadas é utilizada para alívio da dor, do mal-estar, melhora o humor e também as funções cognitivas. Há um grande número de óleos essenciais disponíveis, cada um com as suas próprias propriedades terapêuticas.


Aplicação de óleos essenciais

Como utilizar o óleo essencial para que tenha realmente um impacto terapêutico?
Como os óleos essenciais são muito concentrados, não é recomendável aplicá-los directamente sobre a pele. O resultado vai ser melhor se utilizar pequenas quantidades diluídas em óleos vegetais, óleo de amêndoas doces, cremes neutros, sabonete líquido neutro, álcool de cereais ou mel (não para ingerir mas para massajar).

1. Massagem
Provavelmente, o método mais popular de aplicação de aromaterapia é a massagem. Algumas gotas do óleo essencial seleccionado, diluído ou misturado numa base, (óleo vegetal de amêndoa, manteiga de cacau, manteiga de karité, etc) podem fazer sentir resultados, tanto psicológica como fisiologicamente. O sentido do olfacto é accionado quando os óleos essenciais são aplicados durante a massagem e também ao ser absorvidos pela pele, porque chegam à circulação sanguínea potencializando seu efeito terapêutico.
Utilize movimentos suaves e rítmicos massajando os pés, mãos, nuca e ombros e sentirá os efeitos benéficos dos óleos essenciais.

2. Banhos
Uma das formas de se beneficiar do poder relaxante da aromaterapia é colocar umas gotas de um óleo aromaterápico na sua banheira. Encha a banheira e verta um pouco do óleo essencial escolhido. Não esqueça de o diluir num produto para que o óleo não fique à superfície da água (pode ser um sabonete líquido neutro). Entre na banheira e desfrute do momento, não esqueça de fazer uma respiração lenta e relaxante. 
A água deve estar numa temperatura acima de 37ºC. Para 1 colher de sopa de óleo vegetal (de sementes de uva, por exemplo) use 25 gotas de um óleo essencial ou de vários misturados, conforme a necessidade do momento. Fique na banheira durante 20 minutos e, quando sair, aqueça-se rapidamente.

3. Inalação
Um dos pilares do tratamento de aromaterapia é a técnica de inalação directa, considerada a forma mais segura de utilização dos óleos essenciais. 
O óleo essencial utilizado na inalação estimula o olfacto atingindo o sistema límbico e também, ao entrar nos pulmões chega aos alvéolos e, por consequência, à corrente sanguínea. Uma vez que muitos óleos essenciais são bastante utilizados para aliviar problemas respiratórios, como asma, bronquite, sinusite etc, a inalação é um método de aplicação muito popular. 
A regra de ouro para muitos óleos essenciais é adicionar de três a cinco gotas em água quente utilizando uma toalha sobre a cabeça ou uma ou duas gotas diretamente sobre um lenço. 
Outra tipo de inalação é a indirecta, muito utilizada para trabalhar o lado emocional, utilizando, neste caso, um difusor natural ou um difusor eléctrico.


Como fazer um difusor de aroma? 
Vai precisar de:
1 garrafinha de vidro Água mineral
Álcool de cereais (à venda nas ervanárias ou lojas de produtos naturais)
10ml de essência da sua preferência
Palitos grandes de churrasco
Use a seguinte proporção:
100ml de água mineral
100ml de álcool
10ml de essência
8 pauzinhos




4. Compressas
Adicione algumas gotas do óleo essencial num pouco de álcool de cereais (à venda em ervanárias e lojas de produtos naturais). Coloque esta mistura numa bacia com água (quente-morna ou fria – conforme o tipo de lesão). Molhe um pano na mistura e torça. Usando o pano como uma compressa, aplique-o nas áreas do corpo que necessitam de alívio da dor. Compressas quentes de óleos essenciais são óptimas para as cólicas menstruais e dores recorrentes nos músculos e articulações, enquanto que as compressas frias são bastante utilizadas para contusões na fase mais crítica, a aplicação pode diminuir a dor muscular e facilitar a movimentação da articulação afectada.

5. Spray ou vaporizador
Utilize 2 gotas de óleo essencial diluído em álcool de cereais dentro de um pequeno vaporizador de carteira ou use-o mesmo em casa (sem exagerar).

6. Escalda-pés
 Prepare um escalda-pés com 
2 litros de água morna
1 colher de sopa de óleo vegetal de semente de uva
15 gotas de óleos essenciais
Deixe  os pés mergulhados nesta preparação  durante 20 minutos.

7. Nas almofadas de dormir
1 gota de um óleo essencial relaxante de cada lado da almofada de dormir pode fazer milagres na hora de relaxar e adormecer.


Aromaterapia no alívio da dor

Os estudos recentes validam o uso da aromaterapia para acalmar a dor. Segundo Dr. Mehmet OZ, professor de cirurgia do Centro Médico da Universidade de Columbia na cidade de Nova Iorque, a aromaterapia é eficaz  porque exerce a sua função directamente na amígdala, centro emocional do cérebro. Entre os múltiplos usos da aromaterapia, o alívio da dor é apenas um; diminuir a ansiedade e revitalizar-se são outros objectivos comuns.

Este cirurgião cardiovascular, estudou a aromaterapia para encontrar métodos alternativos para diminuir o tempo de recuperação e reduzir a ansiedade em pacientes cardíacos. Em colaboração com a clínica de aromaterapia Jane Buckle recomendam usar 15 gotas de óleos essenciais como, lavanda, camomila, ou eucalipto, diluído em duas colheres de um óleo como o de amêndoas, abacate ou jojoba, aplicadas diretamente sobre a pele. De tal forma que tenha um alívio perfumado quando precise.

O Dr. Alan Hirsh neurologista da Fundação para Investigação do Tratamento do Olfacto e Paladar em Chicago acredita que para que as essências sejam mais eficazes deve-se limitar o tempo de exposição. "A chave é a brevidade, porque as pessoas deixam de responder aos aromas depois de algum tempo".

Aromas recomendados para acalmar a dor, relaxar e revitalizar-se:

Relaxamento: baunilha

A tensão arterial e os ritmos cardíacos ficam mais estáveis .
Ponha umas gotinhas de extracto de baunilha num lenço para usar durante o dia ou use no difusor de aromas.

Revitalização: hortelã, jasmim e cítricos.

Segundo explica o Dr. Hirsh embora estes aromas sejam agradáveis actuam como irritantes leves e o seu efeito é similar aos de sais aromáticos, despertam.

Pingue umas gotinhas do óleo essencial da sua preferência num difusor de aromas, ou dilua duas gotas numa colherinha de óleo de abacate ou de amêndoas e depois esfregue nas costas das mãos.

Alívio: maçã verde

O Dr. Hirsh assegura que o aroma da maçã verde diminui a intensidade e a duração de uma enxaqueca e pode ter efeito similar em dores articulares. Acrescenta ainda que o aroma parece reduzir as contracções musculares, que são a principal causa da enxaqueca.
Para aliviar a dor experimente consumir uma maçã verde entre as refeições ou tomar um banho com sais de maçã verde.

Aromaterapia para reduzir a insónia

Muitas vezes, é possível, encontrar razões físicas relativamente simples para insónia, como um estilo de vida sedentário, hábitos alimentares inadequados, o consumo de bebidas estimulantes como chá ou café a altas horas da noite, uma cama desconfortável ou algum outro incómodo físico. 
Praticar mais exercício, fazer refeições mais leves à noite, mudar o tipo de colchão e assim por diante, pode ser tudo o que é necessário para resolver o problema.

A insónia, seja ela temporária ou contínua, é um quadro em que esta terapia pode ser muito útil. São diversos os óleos essenciais que ajudam a induzir o sono de maneira segura e natural e os métodos para os usar são simples, agradáveis e muito eficazes.

Quem diz insónia diz apnéia (óleos respiratórios) ou bruxismo (óleos sedativos e calmantes), cujos efeitos melhoram, permitindo que o sono atinja todas as fases necessárias para um sono reparador, quebrando um círculo vicioso que envelhece tanto corpo quanto mente.

Os óleos essenciais com propriedades relaxantes, calmantes e sedativas são muito úteis no combate à insônia. Vale observar, que cada um, tem profundo efeito sobre a mente e as emoções, acalmando, equilibrando e aliviando a ansiedade e o estresse.

Óleos essenciais com propriedades relaxantes, calmantes e sedativas
Lavanda – Um excelente relaxante, tem acção calmante, sedativa e reconfortante do sistema nervoso.
Manjerona – Muito reconfortante, um bom tranquilizante, com propriedades sedativas.
Ylang Ylang – Muito eficaz sobre o stress, depressão e insónia.
Laranja – É um sedativo suave, que alivia a tensão nervosa e o stress.
Vetiver – Calmante bom para o stress, depressão e insónia.
Camomila – Alivia a tensão e a ansiedade, óptimo tranquilizante para a mente e o corpo.

Pode-se pingar uma gota de óleo de erva-limão no aromatizador ao chegar a casa para ir acalmando a mente até à hora de dormir. 
Manjericão ajuda a clarear e fortalecer a mente, facilitando o adormecer.
Os cítricos (laranja, limão e tangerina) ajudam a acalmar e são ótimos digestivos, ajudando depois do jantar o corpo a preparar-se para descansar com a digestão já feita. 

Para quem sofre de problemas respiratórios, eucalipto e hortelã-pimenta são indispensáveis ao lado da cama, bastando uma gotinha na gola do pijama para aliviar e promover o sono reparador. 
Podem ainda ser diluídos num pouco de óleo de amêndoas, para esfregar sobre o peito.


Pequeno dicionário de óleos essenciais


Alecrim
tónico, estimulante, alivia dores musculares e reumáticas, artrite, elimina toxinas, acne, combate o cansaço, estimula a concentração mental e fortalece a memória.

Árvore-do-chá ou Melaleuca
bactericida, anti-viral, fungicida, anti-infecciosa, purifica o ambiente e é bom para herpes, micoses, fadiga física e mental, acne e picadas de insectos

Basílico ou manjericão
tónico, estimulante, alivia caimbras, combate a fadiga, estimulante mental, clareia os pensamentos, melhora a memória, combate a depressão, a ansiedade e é ainda repelente de insectos

Bergamota
bactericida, estimulante digestivo, combate a perda de apetite, anti-depressivo, bom pra cólicas, dermatoses, angústia, ansiedade e stress

Camomila
analgésico, anti-inflamatório, anti-espasmódico, alivia a insónia, bom para problemas estomacais, hepáticos e menstruais, dermatose, peles sensíveis, enxaqueca, rinite alérgica

Canela
analgésico, bactericida, estimulante sexual, é bom para a gripe, cólicas e diarreias, fadiga; aquece e conforta

Cedro
anti-séptico urinário, bom para cistite, infecções, reumatismo, asma, problemas respiratórios, dermatose, celulite, ansiedade, tensão nervosa, medo ou raiva

Cipreste
expectorante, é bom para a circulação, retenção de líquidos, celulite, varizes, hemorróidas, sudorese dos pés, limpeza facial, problemas respiratórios, gripe, perda de concentração, tensão

Citronela
bactericida, tónico, estimulante, desodorizante, higienizador e purificador ambiental, combate pulgas, carrapatos e mosquitos

Cravo
analgésico, bactericida, digestivo, anti-séptico bucal, repelente de insectos, fungos e ácaros; estimulante de memória, afrodisíaco, aquece, concentra e é bom para a dor de dentes

Erva Doce
digestivo, anti-espasmódico, incentiva a lactação, é bom para as caimbras abdominais, flatulência, TPM (tensão pré-menstrual), menstruações irregulares, cistite, sistema nervoso, stress

Erva-limão
bactericida, diurético, digestivo, equilibra o sistema nervoso, relaxante, bom para cólicas, poros dilatados, acne, esgotamento mental e é repelente de insectos

Eucalipto
grande expectorante, bactericida, higienizador e purificador do ambiente, repelente de insectos, é bom para deficiências respiratórias como asma, bronquite, sinusite e constipações; dores musculares, artrite, cansaço, concentração, comunicação

Gengibre
analgésico, anti-espasmódico, digestivo, tónico, estimulante, tónico sexual, é bom para as dores, distensões e tensões musculares, para a estrutura óssea e a vertebral, caimbras e auxilia a concentração

Gerânio
desintoxicante, diurético, rejuvenescedor, anti-depressivo, afrodisíaco, repelente de insectos, é bom para celulite, obesidade, pele oleosa, rugas, ansiedade, raiva, tristeza e TPM

Hortelã Pimenta
expectorante, tónico nervoso, tónico hepático, revigorante, anti-espasmódico, bom para indigestão, náuseas, sensações de calor (menopausa), dores musculares, caimbras, reumatismo, concentração, fadiga, clareia a memória

Incenso ou Olíbano
anti-séptico pulmonar, bactericida, cicatrizante, suavemente estimulante, rejuvenescedor, regenerador celular, purificador do ambiente, bom para bronquite, tosse, gripe, ansiedade, tensão, bom para acompanhar a meditação

Jasmim
analgésico, afrodisíaco, rejuvenescedor, bom para dores em geral, tensões musculares e distensões, caimbras, equilibrar as hormonas, melancolia, depressão, auxilia no parto, acalma o pânico, medo, paranóia, e a sensação de rejeição

Juníperos (principalmente o zimbro)
desintoxicante hepático e renal, diurético, bactericida, purificador ambiental, bom para a cistite, artrite, celulite, micoses, acne e para as dores musculares, ajuda no medo e insegurança

Laranja
revigorante, estimulante, diurético, digestivo, combate a melancolia e os estados de depressão, bom para a fadiga, tristeza, ansiedade, tensão nervosa

Lavanda
bactericida, regenerador celular, cicatrizante, ansiolítico, anti-depressivo, relaxante, calmante, bom para a insónia, enxaqueca, dores em geral, hipertensão, flatulência, cólicas, TPM, queimaduras, ansiedade, stress, melancolia, ajuda no parto e pós-parto, equilibra e harmoniza

Limão
estimulante, bactericida, tónico imunológico, germicida, digestivo, purificante do ambiente, bom para a convalescença, circulação, gripes, constipações, fadiga, concentração, memória e lucidez

Mandarina, tangerina
anti-espasmódico, relaxante, digestivo, bom para herpes, caimbras, insónia, mau humor, irritabilidade

Manjerona
regenera o sistema nervoso e o sistema hepático, bom para a insónia, artrite, dores musculares, dores de cabeça, ansiedade, angústia e depressão

Noz Moscada
estimulante nervoso, afrodisíaco, digestivo, bom para diarreias, na convalescença, tristeza e auxilia no processo de parto

Patchouli
rejuvenescedor, regenerador, cicatrizante, afrodisíaco, bactericida, calmante, relaxante, bom para a acne e para usar durante a meditação

Palmarosa ou Cymbopogon martinii
anti-fúngico, adstringente, regenerador celular, rejuvenescedor, anti-depressivo, bom para limpeza facial, dermatoses, fadiga, stress e nervosismo

Pinho
bactericida, descongestionante, expectorante, bom para sinusite, gripe, bronquite, dores musculares e reumáticas e durante a convalescença

Rosa
tónico geral, adstringente, cicatrizante, rejuvenescedor, regenerador celular, anti-depressivo, bom para rugas, peles secas e normais, herpes, caimbras, menstruação irregular, choque, pânico, angústia, impaciência e tristeza

Gerânio Rosa
bactericida, adstringente, cicatrizante, diurético, rejuvenescedor, anti-depressivo, bom para a TPM, celulita, raiva, agressividade e frustração

Salva Sclarea
relaxante, adstringente, antidepressivo, fortalecedor do organismo, bom para TPM, tensão, celulite, stress, pânico, agressividade e auxilia no parto

Sândalo
anti-séptico urinário, regenerador celular, tónico geral, afrodisíaco, cicatrizante, calmante, bom para o stress, agressividade, ansiedade e para usar durante a meditação

Tomilho
bactericida, anti-viral, revitalizador físico e mental, repelente de insectos, bom para estados gripais, constipações e problemas respiratórios

Toranja
relaxante, refrescante, restaurador, depurativo, diurético, bactericida, revigorante, bom para a celulite e para a fadiga mental e física

Vetiver
estimulante hepático, renal e pancreático, regenerador celular, tónico sexual, bom para as peles cansadas, stress crónico e concentração

Ylang-Ylang
grande anti-depressivo, analgésico, afrodisíaco, bom para a tensão alta, melancolia, ansiedade, stress, auto-estima, raiva, tristeza


Os óleos essenciais estão à venda nas ervanárias ou lojas de produtos naturais e encontram-se facilmente on-line.



  • Comentar no Blog
  • Comentários no Facebook

0 comentários:

Enviar um comentário

Item Reviewed: Aromaterapia, uma terapia complementar Rating: 5 Reviewed By: Fibromialgia em PT