728x90 AdSpace

Notícias
15 de abril de 2015

A APDF pede direito de resposta ao jornal Expresso


Na Lei da Imprensa consta o seguinte:
"Tem direito de resposta nas publicações periódicas qualquer pessoa singular ou colectiva, organização, serviço ou organismo público, bem como o titular de qualquer órgão ou responsável por estabelecimento público, que tiver sido objecto de referências, ainda que indirectas, que possam afectar a sua reputação e boa fama."

No seguimento da notícia publicada pelo Expresso, na semana passada, a presidente da APDF, escreveu ao director do referido jornal, exigindo Direito de Resposta. A mesma servirá ainda para dar conta da actualização garantida pela Direcção Geral de Saúde, ontem mesmo, à circular referida no artigo em causa.

Email acabado de ser enviado para o Senhor Director do Jornal Expresso!

Excelentíssimo Senhor

Director do Jornal Expresso
Dr. Ricardo Costa

Perante a extrema gravidade e falta de respeito com que foram tratados os Doentes Fibromiálgicos numa Notícia do Vosso Jornal, sob a responsabilidade da jornalista Vera Lúcia Arreigoso, na medida em que foram escolhidos médicos que não se encontram devidamente informados sobre esta patologia e perante a qual exigimos já o devido Direito de Resposta, cumpre-nos informar o seguinte:

Logo na segunda-feira, foi contactado por esta Associação o Senhor Coordenador da DGS, da Circular Normativa Nº 12 DGCG de 02/07/2004, senhor Dr. Alexandre Diniz, o qual se mostrou de imediato apreensivo pelas informações recebidas. Logo nos foi afirmado que, perante os pontos que não correspondessem à veracidade científica e que estariam contidos nessa Circular, seriam retirados rapidamente da mesma. 
Fomos informados que foi, de facto, o Senhor Dr. Jaime Branco que esteve por trás da redação desses pontos mais ofensivos para os Doentes e que nada têm a ver sobre a veracidade e carácter científico e que sairam no Vosso Jornal. De imediato nos foi concedida uma Audiência para ontem, terça-feira, tendo-nos sido solicitada ajuda para levarmos connosco documentos científicos e o mais recentes possível sobre a Fibromialgia.

Verificamos, com prazer, que o Senhor Dr. Alexandre Diniz tinha já compilado inúmeros documentos a fim de servirem de base para o trabalho ao qual já tinha dado início.

Assim, passamos a descrever qual a posição tomada pela DGS perante o grave assunto levantado pelo Vosso Jornal!

A DGS VAI ELABORAR UMA NORMA DE ORIENTAÇÃO CLÍNICA SOBRE DIAGNÓSTICOS E TRATAMENTOS SOBRE A FIBROMIALGIA.
ESTA SERÁ UMA NORMA DE CONDUTA MÉDICA PARA IDENTIFICAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DOS DOENTES COM FIBROMIALGIA.
SERÁ ELABORADA POR GRUPOS DE PERITOS/CONSULTORES DA DGS QUE IRÃO APENAS DEBRUÇAR-SE SOBRE AS EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS ROBUSTAS PUBLICADAS EM REVISTAS CIENTÍFICAS INTERNACIONAIS.

Atendendo a que esta atitude da DGS é extremamente importante, achamo-nos no Direito que seja transmitida a mesma perante os Vossos leitores.

Finalmente e de acordo com a insistência da recusa ainda de um grande número da classe médica que continua relutante na aceitação desta patologia como exclusivamente Orgânica (embora, devido às consequências da mesma, os doentes venham a precisar de acompanhamento psicológico ou até mesmo psiquiátrico), Portugal ficará brevemente, através desta posição da DGS, ao nível dos países mais desenvolvidos a nível mundial.

Com os meus cumprimentos,

Fernanda Margarida Neves de Sá
(Presidente da APDF)
Bravo, Margarida!
  • Comentários no Blog
  • Comentários no Facebook

2 comentários:

  1. PORQUE SERÁ QUE O DR. JAIME BRANCO ESTÁ A AGIR ASSIM, PERANTE NÓS QUE NUNCA LHE FIZEMOS MAL, TIVEMOS FOI O AZAR DE SER PORTADORAS DE UMA DOENÇA QUE ELE CONHECE MUITO BEM, MAS QUE PELOS VISTOS, INFORMA INCORRETAMENTE........................PARA QUÊ?

    ResponderEliminar

Item Reviewed: A APDF pede direito de resposta ao jornal Expresso Rating: 5 Reviewed By: Fibromialgia em PT