728x90 AdSpace

Notícias
30 de março de 2015

FIQ - Questionário de Impacto da Fibromialgia


 
A utilização de questionários de avaliação da qualidade de vida tem sido reconhecida como uma importante área do conhecimento científico no campo da saúde, uma vez que permite uma avaliação mais objectiva de sintomas tão subjectivos, como dor, ansiedade, depressão, entre outros. 
Na prática clínica, esses podem identificar as necessidades dos pacientes e avaliar (estimar, calcular, dimensionar) a efectividade da intervenção.

O questionário original "Fibromyalgia Impact Questionnaire - FIQ" foi desenvolvido no fim dos anos 80 por Carol Burckhardt, Sharon Clark e Robert Bennett na "Oregon Health & Science University", nos Estados Unidos.

Nessa altura os sintomas da fibromialgia começavam a ser descritos e este questionário era apenas uma tentativa para registar o espectro total dos problemas relacionados e para ajudar a prescrever as respostas terapêuticas necessárias.

O FIQ foi publicado pela primeira vez em 1991 e, desde essa altura, tem sido usado extensivamente como um 'índice' da actividade da doença e da eficácia das terapêuticas usadas.
Em 2009 o documento foi revisto pelos Drs. Robert Bennett, Ron Friend e colegas da mesma Universidade para resolver alguns problemas detectados desde a sua introdução em 1991. O documento chama-se agora FIQR.

O questionário envolve perguntas relacionadas com a capacidade funcional, situação profissional, distúrbios psicológicos e sintomas físicos. É composto por 20 perguntas, organizadas em 10 grupos.

Os autores concluiram que o FIQR é válido para ser utilizado em situações clínicas e de pesquisa. Diversos estudos posteriores, com pacientes fibromiálgicos, usaram este instrumento e verificaram, através dele, o impacto negativo causado pela fibromialgia.

O FIQ mede o estado de saúde e a capacidade funcional dos doentes bem como avalia a progressão clínica e os resultados terapêuticos.

O primeiro grupo de perguntas centra-se na capacidade do doente executar as tarefas diárias (andar, limpar, cozinhar e a mobilidade de uma forma geral).

Nos dois grupos seguintes é pedido ao doente para assinalar o número de dias, na semana anterior, em que se sentiu bem ou em que faltou ao trabalho.

Os últimos sete grupos focam-se na capacidade de trabalho, dor, fadiga, cansaço matinal, rigidez, ansiedade e a depressão.


Ligação ao FIQR adaptado culturalmente a Portugal, publicado em 2006

  • Comentários no Blog
  • Comentários no Facebook

2 comentários:

  1. Você sabe como calculo o score desse quationário?

    ResponderEliminar
  2. Não entendi como faço pra responder o questionário e pra onde envio depois. Por favor me mandem as instruções...

    ResponderEliminar

Item Reviewed: FIQ - Questionário de Impacto da Fibromialgia Rating: 5 Reviewed By: Fibromialgia em PT