728x90 AdSpace

Notícias
23 de março de 2015

ABRAFIBRO - reportagem sobre morfina


A Abrafibro é a Associação Brasileira dos Fibromiálgicos que se formou entre amigos fibromiálgicos, de forma virtual, através da internet.

A seguir uma entrevista na Rede Record sobre Fibromialgia com dois pacientes fazendo uso de medicamentos à base de morfina.
Grupo facebook da ABRAFIBRO
 




Eu própria já fiz algumas vezes infiltrações com ropivacaína nos pontos gatilho de dor que me causam mais desconforto. Estas infiltrações são feitas na Consulta da Dor ou no Bloco Ambulatório no meu hospital de referência.
A ropivacaína é um anestésico e analgésico de longa duração. Esta substância inibe a geração e a condução de impulsos nervosos através da inibição dos canais de sódio das membranas de células nervosas.
Quando a infiltração foi feita no bloco ambulatório foram-me feitas uma série de recomendações: não tomar decisões importantes nem assinar documentos durante 5 dias e não conduzir, entre outras. Tive umas horas de recobro, ajudaram-me a vestir e não me deixaram sair sem estar acompanhada.

Para ser sincera tento que sejam feitas com o maior espaço de tempo possível entre elas. A ideia de usar um medicamento tão forte deixa-me um pouco angustiada. Certo é que, quando a dor é demasiado incapacitante, durante demasiado tempo, em lugares específicos, este tratamento faz-me sair do hospital com um grande sorriso na cara. O efeito é imediato e a duração varia mas pode ser de até 3 meses, no ponto infiltrado. (Eu nunca quero fazer com intervalo inferior a 6 meses...)

Aconselho vivamente aos meus companheiros de fibromialgia que não são seguidos numa destas consultas, que peçam ao seu médico de família para os encaminharem. Existem alternativas ao uso de anestésicos, claro, e os anestesistas da Consulta da Dor são uma peça-chave para nos ajudarem a gerir a dor crónica.

Não se esqueçam que eu não sou, de maneira nenhuma profissional de saúde e não tenho conhecimentos para aconselhar o que quer que seja. Estou apenas a partilhar uma experiência e este texto tem apenas o objectivo de servir de testemunho. Assim como o vídeo acima.

Um abraço solidário,
Ana

  • Comentar no Blog
  • Comentários no Facebook

0 comentários:

Enviar um comentário

Item Reviewed: ABRAFIBRO - reportagem sobre morfina Rating: 5 Reviewed By: Fibromialgia em PT